Curso da Perseverança 2017

Curso da Perseverança 2017

Encontro do Pré Catecumenato Infantil

Encontro do Pré Catecumenato Infantil

sexta-feira, 24 de março de 2017

Pe. Fábio Siqueira comenta sobre o Tempo da Quaresma - Vídeo 5

Capacitação dos Lectionautas na Paróquia Nossa Senhora da Glória, Largo do Machado

A paróquia Nossa Senhora da Glória abriu suas portas para a realização do retiro Lectionautas, o primeiro de 2017, no último sábado, 18/03/2017. A convite da catequista Arminda da Costa Martins.
            O encontro reuniu membros da ICJA da paróquia, equipe e catecúmenos, e correu bem num ambiente acolhedor e teve seu início com a Santa missa celebrada pelo padre Levi de Alves Senna seguida de palestras que tratam sobre o projeto dos Lectionautas, a experiência da Palavra e os 4 passos da Lectio Divina, adoração e louvor com músicos da paróquia, dinâmicas e até uma maratona.
            Disponibilizando os instrumentos para capacitação de discípulos missionários, o projeto visa formar jovens que ajudem outros jovens a lerem a Bíblia através do método da Lectio Divina, aproximando-os da Palavra de Deus e seus ensinamentos, e assim tornando-a presente em suas vidas.

DEPOIMENTOS
            "Desde a realização do nosso primeiro retiro de crisma, em meados do ano passado, a experiência da proximidade com Deus - longe das tribulações do dia a dia - me trouxe um enriquecimento espiritual muito grande. Não por outra razão insisti muito junto à equipe para que esse nosso segundo retiro, do último fim de semana, pudesse ocorrer. Não podia ter sido melhor. O retiro dos lectionautas, as palestras e atividades interativas feitas ao longo de dois dias, nos trouxe muita vivência e aprendizado. A ideia de leitura orante que desconhecia o passo a passo para se ter uma boa compreensão da Bíblia, dentre outras coisas, me propiciaram uma maior intimidade com a religião, cuja fé professo desde que me entendo por gente.
Sou extremamente grato à equipe de crisma, aos lectionautas e demais palestrantes que fizeram dessa vivência com Cristo algo extremamente positivo. Por fim, e como não podia deixar de ser, espero que possa com a crisma levar a mensagem de Deus para outros rebanhos, ser pescador de gente e difundir  cada vez mais a palavra de Deus aos que dela carecem."
Felipe de Souza Barroso Guimarães

            "Meu nome é Paulo José dos Santos Manso, sou Ministro da Eucaristia e sirvo na equipe da Iniciação Cristã de Jovens e Adultos na Matriz de São Geraldo em Olaria.
Alguns meses atrás participei de um dia de experiência com a Lectio Divina, aqui mesmo em minha paróquia.
Eu já havia lido sobre os lectionautas e já nutria simpatia, digamos assim, pela proposta desafiadora de leitura orante da Palavra de Deus.
Minhas expectativas foram ultrapassadas nesse primeiro encontro. Não obstante o projeto ter uma proposta bem identificada com a juventude, acabei me sentindo chamado quando foi criado um grupo de lectionautas aqui na Matriz. Acho que sou o mais "idoso".
Em nossas reuniões procuramos exercitar a leitura orante e tirar as dúvidas sobre os quatro passos da Lectio.
Recentemente o Júlio nos convidou para ajudar num encontro que aconteceria em 18 de março na Igreja de N. Sra. da Glória (Largo do Machado). Senti muita vontade de contribuir de alguma forma para que as pessoas pudessem ter uma experiência genuína com a Palavra de Deus. Mesmo inseguro e sem experiência me comprometi a ajudar.
Toda verdadeira experiência com a Palavra de Deus é profunda e de alguma forma transforma a nossa vida.
A organização da equipe, sua dedicação e carinho tornou tudo mais fácil para mim. Eu que pensei que ajudaria apenas no acolhimento acabei ajudando nos exercícios e nas dinâmicas.
Claro que o ponto alto do encontro foi quando a Irmã Lúcia conduziu o exercício da Lectio Divina passo-a-passo.
Agradeço a Deus pela experiência vivida e com a qual aprendi um pouquinho mais."

Paulo José dos Santos Manso

Veja algumas fotos:

Curso para Catequistas de Perseverança com Peregrinação pelo Ano Mariano.


Faça sua inscrição no link: https://goo.gl/forms/sBZXvrfpPaZVkfth1

quarta-feira, 22 de março de 2017

Dia Mundial da Água será celebrado com debate no Vicariato Norte


O Dia Mundial da Água foi criado pela Organização das Nações Unidas no dia 22 de março de 1992, e a cada é destinado à discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.
Embora dois terços de nosso planeta seja formado por este precioso líquido, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável. E como sabemos, grande parte das fontes de água como a dos mananciais, rios e lagoas que sofre com a poluição e vem sendo degradada pela ação humana.
A situação é alarmante, pois num futuro próximo poderemos sofrer com a falta água para o consumo de grande parte da população mundial. Foi nesse contexto que a ONU instituiu o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e proposição de medidas práticas que contribuam para a preservação desse recurso natural vital.
A data também  marca o lançamento, em 1992, da “Declaração Universal dos Direitos da Água”. O documento apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.
Visando aprofundar o debate do tema, os vicariato para a Caridade Social e o Episcopal Norte celebrarão a data com um debate na Paróquia Sagrados Corações, às 19h, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Com o tema: “Água: mercadoria ou direito humano?”, o evento terá como debatedores o vereador Reimont, o biólogo e agente da Pastoral da Ecologia da Paróquia São José e Nossa Senhora das Dores, Rodrigo Borba, e a coordenadora vicarial dos Círculos Bíblicos e da animação da Campanha da Fraternidade, Carmem Swire.
O evento integra as diversas ações em curso na Arquidiocese do Rio de Janeiro para a promoção da Campanha da Fraternidade 2017, que tem como tema “Fraternidade e biomas brasileiros” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15). O tema buscar alertar sobre a necessidade de cuidar e proteger o meio ambiente.
A Campanha da Fraternidade 2017 tem como objetivo chamar a atenção para a necessidade de se zelar pela Casa Comum, em especial os biomas brasileiros. Não basta rezar pelos biomas, pois são necessárias ações concretas para protegê-los. Para isso, é primordial que as pessoas se conscientizem da importância da preservação. 
Para ajudar os católicos e a sociedade em geral a refletir sobre o tema da campanha deste ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) produziu um texto-base, dividido em quatro capítulos, no qual aborda os biomas brasileiros, suas características e contribuições eclesiais na defesa da vida e cultura dos povos originários de cada um deles.
Para Cláudio Santos, coordenador para a caridade social do Vicariato Episcopal Norte, a temática da água se insere perfeitamente nas reflexões da Campanha da Fraternidade deste ano, uma vez que o tema está agenda mundial e requer o compromisso de todos, desde mudar pequenos hábitos até o debate maior sobre políticas públicas para garantir o saneamento básico para milhares de pessoas que não possuem água potável em suas residências:
“Devemos valorizar esse precioso recurso não apenas no seu dia, mas em todos os dias do ano e ao longo da Campanha da Fraternidade 2017. Colaborar com a preservação e economia da água requer uma conversão ecológica em nosso padrão de consumo como nos pede o Papa Francisco para a preservação deste bem natural. Por outro lado, é preciso debater e reivindicar políticas públicas que atendam as necessidades de saneamento básico das comunidades mais pobres, pois a água é um direito humano fundamental. Estejamos  atentos para as tentativas de mercantilização da água que tornarão seu acesso um privilégio de poucos”, afirmou.  
Segundo Carmem Swire, a questão ambiental com seus problemas e desafios perpassa todas as sociedades e culturas e se mantém atual em virtude da grave crise ecológica que enfrentamos hoje:
"Independentemente da religião ou crença, o tema da Campanha da Fraternidade 2017 é importante, pois perpassa todas as sociedades e lança luz sobre um grave problema que afeta, em maior ou menor grau, todos os cinco continentes. Todos nós, como habitantes do planeta, devemos zelar pela defesa e preservação do meio ambiente" - concluiu.
A Paróquia Sagrados Corações fica localizada na Rua Conde de Bonfim, 474, Tijuca, em frente ao Tijuca Tênis Clube. Os interessados em participar do debate podem obter mais informações pelo e-mail caridadesocialnorte@gmail.com.
Fonte: http://arqrio.org/noticias/detalhes/5524/dia-mundial-da-agua-sera-celebrado-com-debate-no-vicariato-norte

terça-feira, 21 de março de 2017

24 horas para o Senhor

Confira a Programação de cada Vicariato:


A Arquidiocese do Rio, no período da Quaresma, realizará mais uma vez a iniciativa “24 horas para o Senhor” nos dias 24 e 25 de março, na qual as igrejas de todo o mundo vão abrir as portas para que os fiéis busquem o Sacramento da Reconciliação. A iniciativa é motivada pelo Papa Francisco.
Vicariato Norte
Com o tema: “Família, local de misericórdia e vida”, terá início no dia 24 de março, na Paróquia Divino Espírito Santo e São João Batista, na Rua Felipe Camarão, 12, no Maracanã, com vigília. A missa de abertura será presidida por Dom Paulo Alves Romão, novo bispo animador do Vicariato Norte, às 21h. Durante a noite haverá louvor, pregação, música, testemunhos e adoração. O encerramento será no dia 25 de março, às 6h, com envio realizado pelo padre Roberto Almeida.
No dia 25 de março, pela manhã, na Praça Saens Pena, na Tijuca, terá adoração das 8h às 17h, com as presenças do vigário episcopal norte, padre Aldo de Souto Santos, padre Gleuson Gomes, Isaías, Ministério RAV, Grupo de Teatro Santo Afonso, Cláudio Castro, Cia de Artes Paixão e Ministério Renova. Haverá padres atendendo confissões na presença do Santíssimo Sacramento.
temp_title24_horas_2017_Norte_16032017120946
Vicariato Urbano

No dia 24 de março, na Lapa, terá acolhimento às 20h. Haverá apresentação do musical “O Servo de Deus: Guido”, seguido de Palavra de Misericórdia com o bispo auxiliar do Rio e animador do Vicariato Urbano, Dom Luiz Henrique da Silva Brito. A celebração penitencial será presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta, às 22h, seguida de exposição do Santíssimo Sacramento, às 22h30. Ocorrerá louvorzão, arrastão de evangelização nos bares e ruas com as comunidades Aliança da Misericórdia, RCC, Shalom, Sementes do Verbo e O Caminho. Haverá padres para confissões na Igreja do Carmo da Lapa, no Largo da Lapa, s/nº, e nos Arcos da Lapa.
No dia 25 de março, haverá translado do Santíssimo para a Igreja do Carmo da Lapa, às 2h, com vigília com as irmãs de Missionárias da Caridade. A Hora Santa será às 6h com as irmãs da Fraternidade O Caminho.
Haverá Hora Santa nas foranias: paróquias Nossa Senhora da Consolata, em São Cristóvão, e Nossa Senhora de Fátima, no Centro, às 7h; nas paróquias Santo André, em São Cristóvão, e Santo Antônio dos Pobres, no Centro, às 8h; nas paróquias São Januário e Santo Agostinho, em São Cristóvão, Sagrada Família, na Saúde, e Senhor Bom Jesus do Monte, em Paquetá, às 9h; nas paróquias Santa Edwiges, em São Cristóvão, Sagrado Coração de Jesus, na Glória, e Santa Catarina de Alexandria, na Saúde, às 10h; nas paróquias Santa Rita, no Centro, Santo Cristo dos Milagres, no Santo Cristo, e Santa Teresa de Jesus, em Santa Teresa, às 11h, e no Carmelo de Santa Teresa, em Santa Teresa, das 12h às 15h.
Acontecerá na Igreja Nossa Senhora do Carmo da Lapa Via-Sacra, às 15h, seguida de missa de encerramento presidida pelo bispo auxiliar do Rio Dom Joel Portella Amado.
temp_title24_horas_2017_Urbano_16032017120956
Vicariato Oeste
Com o tema: “Eu quero misericórdia (Papa Francisco)”, terá início no dia 24 de março, no Calçadão de Bangu, com confissões a partir das 8h, com a presença dos Missionários da Comunidade Aliança de Misericórdia. A missa será presidida pelo bispo auxiliar e animador do Vicariato Oeste, Dom Joel Portella Amado, às 19h. Após a missa terá Via- Sacra promovida pelo Setor Juventude do Vicariato Oeste.

temp_title24_horas_2017_Oeste_16032017121257


Vicariato Suburbano

No dia 24 de março, cada paróquia do vicariato realizará uma atividade penitencial. No dia 25 de março, haverá concentração na Paróquia São Brás, na Rua Andrade Figueira, 158, em Madureira, com confissões durante todo o dia, das 8h às 18h30.
temp_title24_horas_2017_Suburbano_16032017120952


Vicariato Leopoldina
No dia 24 de março, na Capela do Shopping Via Brasil, Rua Itapera, 550, no Irajá, adoração e confissões com padres da 5ª e 6ª foranias, das 10h às 18h. Na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, na Estrada Governador Chagas Freitas, 520, na Ilha do Governador, 1ª forania do Vicariato Oeste, missa de abertura da vigília, às 19h. A exposição do Santíssimo, acontecerá das 20h30 às 5h15, seguida de adoração e bênção às 5h45.
No dia 25 de março, a missa de encerramento será às 6h. na Capela do Hospital Federal de Bonsucesso, adoração e confissões com os padres da 2ª forania, das 9h às 12h. Na Basília Santuário da Nossa Senhora da Penha, adoração e confissões com os padres da 3ª e 4ª foranias, às 13h.
temp_title24_horas_2017_Leopoldinaok_16032017142826


Vicariato Jacarepaguá
Dia 24 de março, na Capela São João Paulo II, no Américas Shopping, na Avenida das Américas, 15500, no Recreio dos Bandeirantes, haverá missa de abertura, às 12h15, presidida pelo vigário episcopal, padre Robert Józef, e concelebrada pelo pároco da Igreja Imaculada Conceição, padre André Vilar de Moraes Martins. O início das confissões será às 13h30. Os Terços serão: da Misericórdia, às 15h; Mariano, às 18h, e dos Homens, às 19h30, seguido de louvor às 20h30. A vigília acontecerá na Igreja Imaculada Conceição, na Rua Humberto Cozzo, 41, no Recreio dos Bandeirantes, com animação da Comunidade Católica Shalom e Comunidades Novas, das 22h às 7h.
No dia 25 de março, haverá catequese quaresmal na paróquia, às 9h. Haverá confissões no Américas Shopping, às 10h, com a chegada da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida às 11h, seguida de missa de encerramento às 12h15, presidida pelo bispo auxiliar e animador do Vicariato Jacarepaguá, Dom Roque Costa Souza, e concelebrada pelo reitor do Seminário Arquidiocesano de São José, cônego Leandro Câmara.
temp_title24_horas_2017_Jacarepagu_16032017122646


Vicariato Sul
No dia 24 de março, na Paróquia Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, missa de abertura com o bispo auxiliar e animador do Vicariato Sul, Dom Antonio Augusto Dias Duarte, às 18h. Haverá lucernário às 19h30, seguido de exposição do Santíssimo. Após terá a vigília e adoração até as 6h30 do dia 25 de março.
No dia 25 de março, ocorrerão missas às 7h, 8h, 9h, 12h e 15h. Haverá celebração penitencial às 10h, seguida de bênção do Santíssimo, às 11h30. Terá adoração às 13h. A missa de encerramento será presidida pelo vigário episcopal do Sul, padre Jorge Diegues, às 17h.
temp_title24_horas_2017_Sul_16032017120954


Vicariato Santa Cruz

No dia 24 de março, o momento de oração acontecerá em dois pontos do vicariato: no Calçadão de Campo Grande, às 17h, e na Estação do BRT Santa Cruz, a partir das 18h, ambos com Via Sacra e encerramento com missa.
No dia 25 de março, cada paróquia irá fazer sua programação até às 17h.
Seminário de São José
No “Ano da Família”, o Seminário Arquidiocesano de São José reunirá as famílias dos seminaristas para as “24 horas para o Senhor” no seminário, no Rio Comprido, dia 25 de março, das 8h às 12h. Haverá missa “O Rio Celebra”, presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta, às 9h, com transmissão pela WebTV Redentor, RedeVida e Rádio Catedral. Após a missa, terá pregação com o diácono Melquisedec, seguida de visita a todo seminário.
temp_title24_horas_2017_Seminrio_16032017120949

Fonte: http://arqrio.org/noticias/detalhes/5517/24-horas-para-o-senhor

Você conhece Teologia do Corpo?


Teologia do Corpo, você conhece?

Você já ouviu falar sobre a Teologia do Corpo? Tem ideia de quem a escreveu? Quando ela foi escrita? Sabe do que ela trata? Para quem ela foi escrita? Desconfia por quê ela é tão atual? Essas são algumas das muitas perguntas que procuraremos responder para vocês, queridos irmãos e irmãs. Iniciaremos uma série de artigos em que abordaremos o tema da Teologia do Corpo, convidando a todos a mergulhar nesta maravilha que a Igreja nos oferece. Queremos proporcionar, com estas abordagens, uma oportunidade única para uma verdadeira descoberta ou, quem sabe, até mesmo uma redescoberta do ser humano e da beleza do seu corpo, enquanto homem, enquanto mulher.
A Teologia do Corpo é um conjunto de escritos do nosso querido Papa João Paulo II, agora são João Paulo II, o Papa das famílias e dos jovens. Quando ainda era o Cardeal Wojtyla, iniciou seus primeiros manuscritos sobre a Teologia do Corpo em 8 de dezembro de 1974, quando consagrou sua obra a nossa querida Mãezinha do Céu. Também deixou importante contribuição com os livros “Pessoa e Ato” e “Amor e Responsabilidade”, entre outros, que já traziam alguns pontos fundamentais da mesma temática. A Teologia do Corpo é o conjunto de 133 catequeses, das quais 129 foram proclamadas nas audiências públicas de quartas-feiras, no início do seu pontificado na Praça de São Pedro, no Vaticano, indo de 1979 até 1984.
Os escritos da Teologia do Corpo são o grande tesouro, o enorme presente deixado para nós por um santo homem. Eles nos indicam o caminho para vivermos verdadeiramente nossas afetividade e sexualidade segundo o plano de Deus para a humanidade. O Papa inicia as primeiras 23 catequeses retornando ao PRINCÍPIO, meditando sobre a grande obra de Deus, a criação do homem e da mulher. Nelas são abordados temas como unidade originária do homem e da mulher, a consciência do significado do corpo, o significado bíblico do “conhecimento” na convivência matrimonial entre tantos outros. A seguir, em 40 catequeses, temos o segundo conjunto que tratará da REDENÇÃO DO CORAÇÃO, que a partir do apelo de Cristo ao coração do homem nos mostram muitas respostas aos males que atingem a humanidade – concupiscência, adultério etc – e, também, a graça de mantermos nosso coração em sintonia com o coração do Pai e re-aprendermos a amar como Ele ama. O terceiro conjunto de catequeses, num total de nove, tem como tema principal A RESSURREIÇÃO DA CARNE. Aqui São João Paulo II, a partir das palavras de Jesus no diálogo com os saduceus sobre a ressurreição, nos ensina como será a vida gloriosa do nosso corpo terreno. Essa terceira subdivisão nos mostra como é importante cuidarmos do nosso corpo físico. O quarto ciclo trata da VIRGINDADE CRISTÃ. São 14 catequeses que nos levam à bela e profunda meditação da ideia da virgindade e do celibato como antecipação e sinal escatológico. O Papa mostra que nossa vocação à castidade é uma realidade terrena que prefigura a vida celeste. No quinto ciclo, e o segundo maior conjunto de catequeses – num total de 31 – o Papa traz o tema do MATRIMÔNIO CRISTÃO. São catequeses que fazem o paralelo da união homem-mulher e Cristo-Igreja, mostrando a essencial bi-subjetividade dessas relações. E, por fim, o sexto ciclo, composto de 16 catequeses, faz uma abordagem do AMOR E FECUNDIDADE a partir da Carta Encíclica Humanae Vitae do Papa Paulo VI.
Estes ensinamentos foram escritos para todos nós homens, mulheres, jovens, namorados, casados, celibatários, pois nos permitem viver não uma sexualidade reprimida, mas uma sexualidade REDIMIDA, a partir da diferença sexual que abre caminho para buscarmos a comunhão segundo o próprio modelo da Santíssima Trindade. O Papa nos propõe um caminhar, uma experiência efetivamente humana onde nos reconhecemos como pessoas que nasceram não para serem usadas, mas para serem amadas. Temos, assim, a oportunidade de sermos dom para nós mesmos, para o outro e para Deus.
Será uma grande alegria podermos compartilhar e meditar sobre a Teologia do Corpo. Ela nos ajudará a entender, a nos fortalecer e a combater tantos males que atualmente ameaçam a dignidade da pessoa humana.
(Texto: Ronaldo e Tatiana de Melo)
Fonte: https://teologiadocorpoarqrio.wordpress.com/2017/03/20/teologia-do-corpo-voce-conhece/