Retiro Arquidiocesano da Iniciação Cristã

Retiro Arquidiocesano da Iniciação Cristã

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Hora Santa pela esperança

As comunidades paroquiais, congregações religiosas, novas comunidades, associações e movimentos eclesiais estão sendo convocadas para uma Hora Santa pela esperança, a ser realizada no dia 2 de dezembro. O objetivo é rezar pela esperança de um mundo com mais paz, justiça, voltado para o bem comum e a proteção da vida.
A iniciativa foi proposta pelo arcebispo do Rio, cardeal Orani João Tempesta, depois que chegou do Vaticano, onde participou do Consistório convocado pelo Papa Francisco para a criação de novos cardeais e a celebração de encerramento do Ano da Misericórdia, com o fechamento da Porta Santa da Basílica de São Pedro. A proposta foi acolhida pelos bispos auxiliares e vigários episcopais na reunião do governo realizada no dia 22 de novembro.
O tema será “Advento, tempo de esperança”, e tem a intenção de ajudar os fiéis a refletir e viver o momento difícil com que passa o país e, particularmente, o Rio de Janeiro, que de alguma maneira atinge a todos.
“O importante é que cada comunidade faça pelo menos uma Hora Santa, mas não necessariamente apenas uma. Ela pode ser feita em vários dias, em vários locais. Precisamos ter, acima de tudo, esperança. E a nossa esperança é Cristo, aqu’Ele que vem. Essa é a grande mensagem do Advento”, explicou o coordenador de pastoral, monsenhor Joel Portella Amado.
Segundo o coordenador, por não enxergar de imediato a luz no fim do túnel, as pessoas podem acabar caindo em desespero e buscando situações mais violentas ou de desalento. É para ajudar a lidar com isso que esse momento acontecerá.
“Em meio à correria do Natal e fim de ano, a Hora Santa vem para nos lembrar de que precisamos parar, rezar e colocar nossa esperança em Jesus. O material foi feito para o dia 2, mas pode ser utilizado quantas vezes forem necessárias. Afinal, rezar nunca é demais: fortalece a esperança”, pontuou monsenhor Joel.

As preces a serem incluídas no folheto “A Missa” são as que se seguem:

1º Domingo do Advento:
Rezemos para que, em meio às angústias do tempo presente, mantenhamos nosso coração enraizado na esperança, contribuindo para a paz, o diálogo e o serviço ao bem comum.

2º Domingo do Advento:
A terceira prece, transcrita abaixo, que virá na folha litúrgica A Missa, já expressa o que se deseja destacar:
“Pelo Brasil e por todas as nações do mundo, para que, através da firme colaboração dos cristãos e de todas as pessoas de boa vontade, encontrem a paz, a justiça, a concórdia e a superação de todos os males, rezemos ao Senhor.”

Imaculada Conceição:
Pelo Brasil, para que, com a intercessão da Virgem Maria, se fortaleçam o diálogo, o serviço ao bem comum e a união de todos em prol da paz, rezemos ao Senhor.

3º Domingo do Advento:
Disse o Senhor: “Eis que envio o meu mensageiro.” Para que sejamos nós os mensageiros da esperança, da paz, do diálogo e do serviço ao bem comum, rezemos ao Senhor.

4º Domingo do Advento:
Bendito sois vós, Senhor, pelas pessoas que, mesmo diante das situações mais angustiantes, mantêm-se na esperança, colaboram pelo bem comum, fortalecem o diálogo e trabalham pela paz.

Foto: Gustavo de Oliveira

Fonte: http://arqrio.org/noticias/detalhes/5130/hora-santa-pela-esperanca