Retiro Arquidiocesano

Retiro Arquidiocesano

terça-feira, 18 de novembro de 2014

31ª Assembleia da Iniciação Cristã - Parte 2

Continuando nosso relato, logo após a Missa, D. Pedro dirigiu aos participantes uma bela mensagem de caráter pastoral, com base na mensagem do Sínodo Extraordinário da Família. Falou sobre a necessidade de estarmos atentos às várias situações que surgem neste tempo de mudança de época e fortalecermos a formação cristã das famílias a nós confiadas.

            Em seguida, D. Pedro entregou aos assessores arquidiocesanos o manual da Escola Catequética Paroquial, como proposta para a formação de base, em estilo paroquial, de todos os candidatos ao trabalho catequético. Esta proposta foi escrita por vários coordenadores diocesanos e  será realizada no próximo ano por todas as Dioceses do Regional Leste 1. A orientação para os dinamizadores paroquiais será feita a partir de fevereiro de 2015, tendo Bárbara Machado Fonte como responsável por esta capacitação.



            Depois, como ninguém é de ferro... aconteceu o momento do lanche dos participantes e, em seguida uma boa animação conduzida pela Banda Adoremus.

            Na sequência aconteceram apresentações bem criativas, conduzidas pelos assessores arquidiocesanos de cada segmento: pastoral do batismo, catequese especial, pré-catecumenato e catecumenato infantil, perseverança e iniciação cristã de jovens e adultos.
            Ao som de “aquele abraço” a pastoral do batismo reafirmou o compromisso de ser cada vez mais acolhedora. 

            Em forma de fraterna “manifestação” a Catequese Especial convidou as paróquias a “entrarem na roda” com eles. 

          E o pré-catecumenato infantil, especializado em pescar pessoas para o Reino de Deus deu as dicas das várias formas de envolver familiares e catequizando na missão: pescar eu vou muita gente para o Senhor...



            Na hora da apresentação do catecumenato infantil, ouvimos belo testemunho de uma família além de experiências bem sucedidas de várias paróquias da Arquidiocese.

            A catequese de perseverança entusiasmou apresentando Jesus como aquele que faz a ponte entre os grupos que atendem crianças e adolescentes após a Primeira Eucaristia.
            E os jovens e adultos contaram, com muita graça e criatividade, a história do “Luís Alberto” e sua caminhada de fé, até o encontro com Jesus através da Palavra e dos sacramentos da iniciação cristã. Foi uma verdadeira maratona, repleta de dificuldades e alegrias, mas que contou com o apoio do introdutor, catequista, família e comunidade, merecendo até o Hino da Vitória, bem ao estilo Ayrton Senna.

            Enquanto as apresentações aconteciam, as paróquias iam escrevendo numa folha de papel suas propostas a serem alcançadas em 2015. Ao final esta folha foi entregue para que a comissão arquidiocesana possa fazer a síntese final da Assembleia.

            E, para terminar, nada melhor que voltar os olhos para Jesus Sacramentado, num tocante momento de Adoração, bem conduzido pelo Pe. Eufrázio Luiz Morais da Silva que, teceu com maestria o evangelho do dia e o tema da Assembleia, levando-nos a renovar as forças para a caminhada de volta às nossas comunidades que aconteceu logo após a bênção do Santíssimo.