Assembleias Vicariais

Assembleias Vicariais

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Retrospectiva 2013: Os ensinamentos do Papa Francisco

Cerimônia de Boas-Vindas, 22 de julho, Palácio Guanabara
“Cristo ‘bota fé’ nos jovens e confia-lhes o futuro de sua própria causa: ‘Ide, fazei discípulos’. Também os jovens ‘botam fé em Cristo. Eles não têm medo de arriscar a única vida que possuem porque sabem que não serão desiludidos.”

Visita na Comunidade de Varginha, 25 de julho, em Manguinhos
“Queria bater em cada porta, dizer ‘bom dia’, pedir um copo de água, beber um cafezinho.”
“Sei bem que quando alguém precisa comer e bate em suas portas, vocês sempre dão um jeito de compartilhar comida. Como diz o ditado, sempre se pode colocar mais água no feijão.”

Missa de envio da JMJ Rio2013, 28 de julho, em Copacabana
“Não tenham medo de ser generosos com Cristo, de testemunhar o seu Evangelho, a sua fé.”
“Ide, sem medo, para servir.”
“Sabem qual é o melhor instrumento para evangelizar os jovens? Outro jovem! Este é o caminho a ser percorrido por vocês!”
“O Senhor procura a todos, quer que todos sintam o calor da sua misericórdia e do seu amor.”
“Não tenham medo! Quando vamos anunciar Cristo, Ele mesmo vai à nossa frente e nos guia. Ao enviar os seus discípulos em missão, Jesus prometeu: ‘Eu estou com vocês todos os dias.’”
“Jesus não nos trata como escravos, mas como homens livres, amigos, como irmãos; e não somente nos envia, mas nos acompanha, está sempre junto de nós nesta missão de amor.”
“Qual é este canto novo? Não são palavras, nem uma melodia, mas é o canto da nossa vida, é deixar que a nossa vida se identifique com a vida de Jesus, é ter os seus sentimentos, os seus pensamentos, as suas ações. E a vida de Jesus é uma vida para os demais. É uma vida de serviço.”

Visita ao Hospital de São Francisco de Assis na Providência de Deus, 24 de julho, Tijuca
“E quero repetir a todos vocês que lutam contra a dependência química, a vocês familiares que têm uma tarefa que nem sempre é fácil: a Igreja não está longe dos esforços que vocês fazem, ela lhes acompanha com carinho. O Senhor está do lado de vocês e lhes conduz pela mão. Olhem para Ele nos momentos mais duros e Ele lhes dará consolação e esperança.”
“Não é deixando livre o uso das drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência química.”

Encontro com os voluntários, 28 de julho, RioCentro
“Eu, por outro lado, lhes peço que sejam revolucionários, que vão contra a corrente; sim, nisto lhes peço que se rebelem contra esta cultura do provisório, que, no fundo, acredita que vocês não são capazes de assumir responsabilidades, que não são capazes de amar verdadeiramente.”
“Eu tenho confiança em vocês, jovens, e rezo por vocês. Tenham a coragem de ‘ir contra a corrente’. E tenham também a coragem de ser felizes!”
“Deus chama para escolhas definitivas. Ele tem um projeto para cada um: descobri-Lo, responder à própria vocação é caminhar para a realização feliz de si mesmo.”
“Não tenham medo daquilo que Deus lhes pede! Vale a pena dizer ‘sim’ a Deus. N’Ele está a alegria!”

Encontro com os jovens argentinos na Catedral de São Sebastião, 25 de julho, no Centro
“Eu quero agito nas dioceses, que vocês saiam às ruas. Eu quero que a Igreja vá para as ruas, eu quero que nós nos defendamos de toda acomodação, imobilidade, clericalismo. Se a Igreja não sai às ruas, se converte em uma ONG. A Igreja não pode ser uma ONG.”

Theatro Municipal, 27 de julho
“Entre a indiferença egoísta e o protesto violento, há uma opção sempre possível: o diálogo.”
“Quando os líderes dos diferentes setores me pedem um conselho, a minha resposta é sempre a mesma: diálogo, diálogo, diálogo.”
“O futuro exige hoje a tarefa de reabilitar a política, que é uma das formas mais altas da caridade. O futuro nos exige também uma visão humanista da economia e uma política que logre cada vez mais e melhor a participação das pessoas, evite o elitismo e erradique a pobreza. Que a ninguém falte o necessário e se assegure a todos dignidade, fraternidade e solidariedade.”

Após a Missa no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, 24 de julho, Aparecida do Norte, SP
“Quero pedir-lhes um favor, um jeitinho... Rezem por mim; rezem por mim, preciso!”

Fonte: Jornal Testemunho de Fé